Home / Sem categoria / Oficiais de justiça do Brasil se reúnem em Belo Horizonte

Oficiais de justiça do Brasil se reúnem em Belo Horizonte

aberturaTrês encontros promovidos pela Assojaf-MG e Fenassojaf movimentaram a já agitada vida dos oficiais de justiça federais brasileiros: foram eles o I Enojap – Encontro Nacional dos Oficiais de Justiça Aposentados, o VI Esojaf – Encontro Regional Sudeste dos Oficiais de Justiça Avaliadores Federais e o IX Encontro Estadual dos Oficiais de Justiça Avaliadores Federais.
Nos dias 7, 8 e 9 de junho, os encontros que reuniram oficiais de justiça de todo o país, tiveram uma programação diferenciada para oficias de justiça ativos e aposentados. Os temas abordados no encontro foram desde combate ao assédio moral, saúde mental e previdência social às demandas judiciais e projetos de lei.
O evento destinado aos aposentados foi aberto às 9h30 horas e contou com a presença do presidente da Assojaf-MG Hebe-Del Kader Batista Bicalho, o presidente da Fenassojaf Neemias Ramos Freire, o coordenador geral do Sitraemg Carlos Humberto Rodrigues, o diretor geral do TRT Minas Paulo Sérgio Barbosa Carvalho e a representante dos oficiais de justiça aposentados na Fenassojaf Lúcia Bernardes de Freitas.
À noite, na abertura dos eventos específicos aos profissionais da ativa, além dos presidentes da Assojaf Minas e da Fenassojaf e da representante dos oficiais de justiça aposentados na Fenassojaf Lúcia Bernardes de Freitas, compuseram a mesa diretora o coordenador geral do Sitraemg Igor Yagelovic, o diretor do Núcleo Judiciário Marcos Cordeiro e o coordenador geral do Sinjus-MG Wagner Ferreira.
A abertura teve momentos importantes como a participação do saxofonista Flávio Batista, oficial de justiça do TRT-MG executando o Hino Nacional e a especial apresentação do Coral do Sitraemg, que arrancou aplausos do público.
Os participantes do evento se confraternizaram no coquetel de boas-vindas oferecido no restaurante do hotel que sediou o evento. Mas o ponto alto de socialização e confraternização ficou por conta da feijojaf, uma deliciosa feijoada ao som de samba de raiz.

I ENOJAP – aposentados… porém ativos!

Aposentar-se… de quê? Há sempre um novo ângulo, uma nova perspectiva para vivenciar este momento… deixar de trabalhar em uma determinada atividade é simplesmente se preparar para novas oportunidades, horizontes mais belos que vão se descortinando à medida que o ser humano vai entendendo que apenas uma de suas habilidades está sendo ressignificada, que outras habilidades, que ficaram esquecidas ao longo de uma trajetória de trabalho extenuante, precisam ser reavivadas.
Ouvindo os colegas que participaram de um momento histórico que reuniu oficiais de justiça de todo o país, pudemos comprovar a importância do I Enojap.
O colega Ivo Farias, oficial de justiça do TRT de São Paulo, que foi um dos fundadores do Coletivo de Oficiais de Justiça da Fenajufe – Cojaf, ressaltou a importância desse novo espaço de interlocução para os oficiais de justiça aposentados. Segundo ele, foi lançada a semente de um evento promissor que necessita, inclusive, ser ampliado a fim de que se torne um congresso de nível nacional.
Ivo ressalta que o Enojap veio ao encontro da expectativa dos oficiais de justiça militantes que estão se aposentando ou já se aposentaram. Muitos deles, com potencial e experiência, na construção de greves, lutas e interlocuções com os tribunais estão se afastando. Eventos como este são importantes para evitar que esses elementos históricos, que são patrimônios da categoria, se percam na inatividade e caiam no esquecimento com toda sua bagagem de contribuição para os colegas.
Na visão de Ivo Farias, o Enojap é uma inovação, que deve funcionar como o ponto de partida para várias atividades que precisam ser realizadas em favor dos oficiais aposentados e que, portanto, precisa ser ampliado para garantir a socialização e contribuição de todos.

VEJA A SEGUIR ALGUNS COMENTÁRIOS SOBRE OS EVENTOS:
“Gostei dos encontros. O que mais me chamou a atenção foram os assuntos relacionados à aposentadoria. Acho que o tempo foi muito curto para o interesse despertado”. Flávio – Oficial de Justiça do TRT-MG.
“Os encontros foram ótimos e o Enojap inovador, pois este proporcionou, pela primeira vez, no Brasil, a confraternização dos oficiais de justiça federais. Outra grande oportunidade foi a simbologia das sementes girassóis como campanha de sensibilização contra o assédio moral e pela humanização das relações laborais. Vamos semear. Parabéns aos organizadores e participantes”. Isaac Oliveira – EFT (palestrante)

“Amei os encontros e nossos aposentados de São Paulo também adoraram a programação diferenciada… Me chamou a atenção as fases e interesses distintos, além de palestras específicas a cada público alvo, com destaque para a temática do assédio. E a tradicional feijoada para fechar um encontro tão maravilhoso”. Vera Furis do TRT/SP

“Muito bons os encontros. No Enojap, senti falta da apresentação das demandas judiciais dos aposentados e daqueles em via de se aposentar. Que fique a sugestão para o próximo”. Geraldo Magela – TRT-MG

“Todos muito bons, gostaria de destacar a inovação em se fazer uma programação que agregasse bem os aposentados, com temas de interesses específicos. Destacou a excelente organização e cumprimento dos horários. Me senti muito bem acolhida, os colegas de Minas são excelentes anfitriões e as delegações foram muito bem recebidas. Organização e conteúdo das palestras nota 10”! Mariana Liria/JF Rio de Janeiro

Sobre Viviane Rodrigues