Home / Sem categoria / Mato Grosso: Dia 10 de outubro vai ter Ato do Sindijufe em protesto pela extinção das Zonas Eleitorais em todo o País

Mato Grosso: Dia 10 de outubro vai ter Ato do Sindijufe em protesto pela extinção das Zonas Eleitorais em todo o País

Além dos Servidores dos Cartórios Eleitorais, estão convidados os demais Servidores do TRE e também do TRT e JFMT

Sindijufe (MT)
Luiz Perlato 

O Sindijufe-MT e os Servidores do PJU têm 2 eventos de grande importância para a Categoria no calendário deste mês. O primeiro deles será na próxima terça-feira, 10 de outubro, Dia Nacional contra a extinção de zonas eleitorais. Depois disso tem um encontro marcado para 27 de outubro, Dia Nacional de paralisação/mobilização em defesa do Serviço Público.

Foram esses os principais encaminhamentos da assembleia geral extraordinária ocorrida ontem de manhã no TRE-MT. Para o dia 10, data unificada pelos sindicatos do Judiciário Federal de todo o país e pela Fenajufe, o Sindijufe-MT foi autorizado a realizar um Ato de Protesto em plena calçada, em frente ao TRE, para chamar a atenção da imprensa e de quem estiver passando por ali.

Muitos ainda não sabem o que está acontecendo ou desconhecem os impactos do Rezoneamento imposto pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) através de seu Presidente, Ministro Gilmar Mendes. A extinção de Zonas Eleitorais, ou mesmo o remanejamento das zonas já existentes, dificultará a vida do cidadão-eleitor, que é o público-alvo da Justiça Eleitoral.

O Ato contra a extinção das zonas eleitorais acontecerá às 9 horas e inclui um café da manhã, a partir das 7h30, para os Servidores do Tribunal, em frente ao relógio ponto, onde também haverá falas de Diretores do Sindicato e convidados pelo Sindijufe-MT para abordagens sobre o tema.

Dia 10 vence o prazo dado pelo TSE para se promover a extinção das zonas eleitorais. Assim como o Rio Grande do Sul, Mato Grosso aprovou a manutenção das zonas eleitorais, realizando um remanejamento, haja vista as particularidades do Estado.

O que vai acontecer, ainda é uma incógnita e tudo leva a crer que Gilmar Mendes confirmará a extinção de várias zonas eleitorais em todo o Brasil, com os Tribunais Regionais querendo ou não, e em Mato Grosso também deverão ser fechadas algumas, falava-se em 8, depois 4, além dos 2 cartórios eleitorais de Cuiabá, que já foram fechados anteriormente. Independente de qualquer atitude do TSE, no entanto, o Sindijufe-MT está fazendo o seu papel, que é o de defender os interesses dos seus sindicalizados, no caso os Servidores da Justiça Eleitoral, sem se esquecer do principal afetado pela medida, que é o cidadão-eleitor.

Por isso, espera-se uma adesão maciça a esta manifestação. Devem comparecer não apenas os Servidores dos Cartórios Eleitorais, mas também os colegas de outros setores do Tribunal e também das outras casas. Por solidariedade, todos devem descer por um momento, para fortalecer o Ato em defesa da Categoria. “Nenhuma zona eleitoral a menos!” É o mote dessa nossa luta, é a nossa palavra de ordem!

Dia 27 de Outubro

Este será o Dia Nacional de paralisação/mobilização em defesa do Serviço Público. Haverá paralisações e atos públicos em várias cidades do país, para demonstrar, uma vez mais, a indignação e a capacidade de luta da Categoria frente ao governo de Michel Temer (PMDB), em face aos ininterruptos ataques que os trabalhadores vêm recebendo, do governo de Temer e de seus aliados (inclusive no Judiciário, como Gilmar Mendes e Ives Gandra Filho).

No protesto de 27 de outubro constarão temas preocupantes para o serviço público e especialmente para o Judiciário Federal, como as ameaças à estabilidade e a extinção de zonas eleitorais, além de pautas gerais da classe trabalhadora, como o projeto da reforma da Previdência e as matérias já aprovadas e transformadas em lei, como a terceirização e a reforma trabalhista, que enfraqueceu os sindicatos e estabeleceu o negociado sobre o legislado, dentre outras medidas inaceitáveis.

De forma geral, porém, é preciso lutar por avanços na conquista de direitos, pela valorização do serviço público e contra os retrocessos que estão acontecendo no país já há algum tempo. Fato reconhecido mundialmente, o Brasil atravessa um período de grande crise econômica e sobretudo política, e a classe trabalhadora precisa se mobilizar e mostrar resistência.

Também é necessário retomar as discussões sobre a questão salarial da Categoria. É bom lembrar que estamos próximos do fim das parcelas já acordadas e que não repõem totalmente as perdas que a categoria teve nos últimos anos, por isso temos que pressionar o Supremo Tribunal Federal (STF).

Essas reflexões fortalecem a necessidade de se construir uma grande manifestação no dia 27 de outubro. E o que o Sindijufe-MT irá fazer, ato, paralisação, enfim, depende da participação da sua base. São os sindicalizados que sinalizam os passos a serem dados pelo Sindicato.

Fonte: Fenajufe

Sobre Jéssica Farias Ramos