Presidente da Assojaf-MG prestigia posse da nova Administração do TRT-3

A presidente da Assojaf-MG Paula Drumond Meniconi prestigiou, nesta segunda-feira (16), a posse da nova Administração do TRT da 3ª Região. A solenidade aconteceu no teatro Francisco Nunes, em Belo Horizonte.

Ao abrir a cerimônia, o presidente do TRT no biênio 2018/2019, desembargador Marcus Moura Ferreira, relembrou os fatos mais relevantes da gestão como a implantação do Sistema de Gestão de Pessoas (Sigep) e do e-Social.

Relembrou o contingenciamento orçamentário, a partir da entrada em vigor da Emenda Constitucional 95/2016 que, segundo ele, é apenas um dentre outros aspectos políticos, econômicos e ideológicos a desafiar a manutenção das funcionalidades próprias da Justiça do Trabalho, que se instituiu a bem dos valores do trabalho humano. “Na conjuntura, sua salvaguarda depende, grandemente, de sua própria capacidade de promover uma autorreflexão e de se reinventar, criticamente, sem perder de vista seu objetivo prismático: a efetivação, na maior medida possível, do direito social ao trabalho digno e seguro”, destacou.

Ele ainda frisou o desafio representado pelo grande volume de aposentadorias e pelo aumento de cargos vagos sem possibilidade imediata de reposição integral, o que levou a uma política de priorização das unidades jurisdicionais e de adoção de critérios impessoais e objetivos para direcionamento das reposições possíveis.
Marcus Moura fez questão de citar o compromisso social do Tribunal com a comunidade mineira, com o meio ambiente e com a inclusão social, o que se refletiu em decisões concretas, como a destinação de bens em processo de desfazimento para escolas públicas municipais; a formalização de política própria de sustentabilidade ambiental; adesão ao Programa Nacional Agenda Ambiental (A3P), do Ministério do Meio Ambiente; adesão à Rede Sustenta Minas e implantação do Comitê da Igualdade no Tribunal.

Por fim, desejou que a nova Administração faça uma gestão exitosa, amplamente realizadora e construída com base no diálogo institucional e entendimento.

Em seguida foi a vez do presidente empossado, desembargador José Murilo de Morais que, com poucas palavras, afirmou que a Administração empossada pretende resgatar o sentido original de servidor público, na acepção da palavra, ou seja, servir o público. “Para isso eu pretendo criar um ambiente saudável para que os servidores deste Tribunal possam de fato exercer suas funções. Dessa forma, criaremos um ambiente mais sadio, em que as pessoas vão trabalhar com mais vontade e suprindo a deficiência de servidores. Já com relação ao orçamento restrito para o próximo ano, pretendemos tomar medidas austeras. Ambiente saudável e austeridade serão as palavras de ordem”, concluiu.

Durante a posse, também se pronunciaram o vice-presidente da Anamatra, juiz Luiz Antônio Colussi, o advogado Raimundo Cândido Júnior, presidente da OAB/MG, e o procurador-chefe do MPT-MG, Arlélio de Carvalho Lage. Nas falas, os três foram unânimes em reconhecer o difícil momento por que passa a Justiça do Trabalho e também as crenças na capacidade do empossado, desembargador José Murilo de Morais, a quem desejaram êxito na gestão.

“A Assojaf-MG foi oficialmente convidada a estar na cerimônia e se sentiu muito honrada em poder representar os Oficiais de Justiça do TRT na posse da nova Administração, a qual levamos nossos cumprimentos e desejamos sucesso à frente do Regional”, finaliza Paula Meniconi.

Da assessoria de imprensa, Caroline P. Colombo com informações do TRT-3