OFICIAL DE JUSTIÇA É AGREDIDO AO TENTAR CUMPRIR MANDADO DE APREENSÃO EM PERNAMBUCO

O Oficial de Justiça Arnaldo de Abreu foi agredido ao tentar cumprir um mandado de busca e apreensão, nesta segunda-feira (04), em Jardim Atlântico, Olinda/PE. O documento era para o recolhimento de um carro de luxo, mas o motorista se recusou a deixar o servidor público cumprir a decisão judicial. Com o auxílio de mais oito pessoas, ele arrancou o Oficial do carro e fugiu. O caso foi levado para a Delegacia do Varadouro.

Com hematomas nos braços, Arnaldo denuncia a insegurança para os profissionais. “Eu já vinha perseguindo eles desde Paulista e encontrei no Jardim Atlântico. Ao falar com o réu, eu expliquei tudo para ele. Inclusive, ele disse que queria deixar umas coisas em casa e eu disse que poderia ir com ele, mas eu tinha que ir dirigindo. Ele não aceitou. Ao apreender o veículo, eu sentei na cadeira de motorista e disse que o automóvel já estava preso. Tinha mais umas oito pessoas com ele. Os amigos se juntaram, me puxaram com força pelos braços e pernas e se evadiram do local levando o automóvel”, lembrou o Oficial de Justiça. Segundo ele, o motorista ainda estava com visíveis sinais de embriaguez. “Por isso, eu disse que iria dirigindo. Chamei a polícia, mas eles só chegaram depois. É muita insegurança”, continuou.

Um boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia do Varadouro e, em seguida, o Oficial de Justiça fez o exame de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal (IML).

Da Fenassojaf, Caroline P. Colombo com o portal OP9